Verdadeiros heróis

2 06 2009

Prisioneiros na ChinaSegue- se abaixo uma lista, contendo o nome de prisioneiros cristão que estão sob o poder de extremistas chineses que são totalmente contra o cristianismo. A nossa intenção de colocar a lista, não foi de somente trazer impacto, mas sim também de gerar uma vontade sedenta de levantar um clamor por essas vidas que deixaram tudo para tras pelo amor de Cristo. Não ignore o pedido de oração dessas pessoas, pois assim você  terá um coração de extremista pior do que aqueles que aprisionam os cristãos, pois pior do que ter um coração de extremista, é ter um coração de servo de Jesus que ignora o próximo !!! Deus abençõe

Segue-se a lista abaixo:

Aiqing Zhu (1956)
Em 9 de junho de 1996, ela foi presa pela prática de “atividade ilegal de evangelismo” e sentenciada a 20 anos de prisão.

Alimjan Yimit
Muçulmano convertido, líder de uma igreja doméstica cristã da etnia uigur na província de Xinjiang no noroeste da China, foi preso em 12 de janeiro de 2008 por oficiais de segurança do estado. Eles o detiveram dizendo para os membros da família que a prisão era um “assunto de segurança nacional”. Os detalhes das acusações contra ele ainda são desconhecidos.

An Jianzhao (1974)
Sacerdote católico ilegal, da diocese de Boading, Província de Hebei, foi preso e sentenciado a reeducação por meio de trabalho forçado em 6 de agosto de 2004.

Chen Zhong (1970)
Cristão preso em 2000 e sentenciado a oito anos de prisão por “atividade ilegal de evangelismo e distúrbio da segurança social”.

Ding Yutang
Líder cristão preso em 28 de março de 2003, enquanto conduzia um culto. A polícia disse que os cristãos evangélicos (mais de cem) formavam uma “organização sectária”.

Dong Daolai
Durante o mês de outubro de 2002, foi preso com outros líderes da Igreja do Sul da China. Foi sentenciado a dez anos de prisão.

Fan Qiqin (1956)
Cristão preso em 5 de agosto de 1996 e sentenciado a 13 anos de prisão por “distúrbio da segurança social”.

Feng Guangliang
Pastor condenado a dois anos de prisão em dezembro de 2006, acusado de incitar resistência violenta à lei. Ele e outros sete cristãos foram presos depois que três mil cristãos de Xiaoshan, na província de Hangzhou, protestaram contra a demolição de uma igreja em julho de 2006.

Gao Xinyou
Líder católico preso em 21 de março de 2005, em Wenzhou. Provavelmente está sendo pressionado a se unir à Igreja oficial.

Gao Yuetang (1962)
Cristão preso em outubro de 1997 e sentenciado a 15 anos de prisão por “distúrbio da segurança social”.

Gao Zhisheng
Em uma carta aberta do último dia 21 setembro de 2007, enviada ao Congresso e ao Senado dos Estados Unidos, o advogado Gao Zhisheng listou vários abusos sérios aos direitos humanos praticados em nome dos Jogos Olímpicos de 2008, e alertou para que a comunidade internacional não fosse levada pela propaganda do governo chinês. Subseqüentemente, ele foi preso pelas autoridades chinesas no dia 23 setembro.

Gong Bangkun
Líder no movimento da Igreja do Sul da China, preso e sentenciado à morte em dezembro de 2001. Sua sentença de morte foi substituída por 15 anos de prisão.

Gu Changrong
Líder de uma igreja não registrada em Pequim, foi presa no momento em que compartilhava sua fé com o secretário do Partido Comunista do seu vilarejo natal, na província de Liaoning. O secretário chamou a polícia, acusando Changrong de “envenenar os membros do Partido Comunista” com a mensagem cristã. Três membros do Comitê de Segurança Pública prenderam a mulher em março de 2007. Ela foi condenada a um ano de reeducação através de trabalho forçado, por “usar seitas malignas para obstruir o exercício das leis estatais”, e está cumprindo a pena no Campo de Trabalho de Ma San Jia.

Han Dingxiang (1937)
Bispo da Igreja católica não registrada, da diocese de Yong Nian, Hebei. Ele foi preso em 1º de dezembro de 1999, enquanto liderava um retiro.

Hao Yuetang (1956)
Cristão preso em abril de 1996 e sentenciado a 15 anos de prisão.

He Man
Irmão chinês sentenciado, em 2003, a cinco anos de prisão por imprimir literatura cristã.

Hu Ying
Líder na Igreja do Sul da China, preso em 2000. Recebeu sentença de prisão perpétua.

Hu Yong
Líder no movimento da Igreja do Sul da China, sentenciado, em dezembro de 2002, à prisão perpétua sob a acusação de pertencer a uma “seita”.

Huang Aiping
Fazendeiro de Xiamen, Distrito de Huli, Província de Fujian. Em 8 de janeiro de 2002, foi sentenciado a sete anos de prisão por “descumprimento da lei por prática de culto”.

Huang Chunshou (1971)
Sacerdote católico da diocese de Baoding, Província de Hebei, preso em 6 de agosto de 2004.

Huo Junlong (1963)
Sacerdote católico e vigário geral da diocese de Baoding, preso em 6 de agosto de 2004, na Província de Hebei.

Ji Qingjun
Empresário de Xiamen, Distrito de Huli, Província de Fujian. Em 8 de janeiro de 2002, foi sentenciado a sete anos de prisão por “descumprimento da lei por prática de culto”. Anteriormente ele passou três anos, de 1998 a 2001, em um campo de trabalhos forçados.

Jin Da (1974)
Secretário-geral do Movimento Patriótico das Três Autonomias da cidade de Ningbo, Província de Zhejiang. Da foi preso em 12 de julho de 2004. Ele tem 46 igrejas oficiais sob sua liderança, mas, de acordo com notícias, também apóia igrejas domésticas não registradas.

Jin Sailan (1953)
Cristão preso em julho de 2001, e sentenciado a oito anos de prisão por participar de “organização anti-revolução”.

Joseph Choi
Missionário norte-americano, de origem sul-coreana, preso em 9 de maio de 2002, enquanto ajudava 14 refugiados norte-coreanos, entre os quais oito ou nove crianças, que buscavam asilo na China. De acordo com algumas fontes, no momento, há mais de cem missionários da China e da Coréia do Sul presos pelo mesmo motivo. Alguns deles foram torturados.

Kang Fuliang
Jovem sacerdote católico da diocese de Baoding, preso, em 1º de julho de 2003, na Província de Hebei. Ele e outros quatro sacerdotes estavam a caminho de uma visita ao bispo Lu Genjun, recém-libertado na época.

Li Huisheng
Sacerdote católico da paróquia de Shangyi, preso em 1º de agosto de 2006, com cerca de 20 paroquianos.

Li Jinghua (1942)
Cristão preso em janeiro de 1995, e sentenciado a 13 anos de prisão por “atividades anti-revolucionárias”.

Li Jinhu (1971)
Estudante católico, fazendo seus estudos para se tornar padre, da diocese de Boading, Província de Hebei. Ele foi preso em 6 de agosto de 2004 com outros nove estudantes.

Li Jinhua (1946)
Cristãos preso, em 28 de março de 1995, e sentenciado a 13 anos de prisão por “atividades anti-revolucionárias”.

Li Minglong
Fazendeiro de Xiamen, Distrito de Huli, Província de Fujian. Em 8 de janeiro de 2002, foi sentenciado a sete anos de prisão por “descumprimento da lei por prática de culto”.

Li Ping (1980)
Cristã presa, em abril de 1996, e sentenciada a 15 anos de prisão por “atividade ilegal de evangelismo”.

Li Shujun
Jovem sacerdote católico da diocese de Baoding, preso em 27 de dezembro de 2006, na Província de Hebei. O motivo de sua prisão é desconhecido.

Li Ying (1972)
Li Ying é sobrinha do pastor Gong Shengliang, fundador da Igreja do Sul da China. Ela foi presa em maio de 2001 e, em 18 de dezembro de 2001, sentenciada à pena de morte. Em outubro de 2002, ela teve novo julgamento e, agora, cumpre sentença de 15 anos sob a acusação de “estupro e agressão”. Ela não pode ter uma Bíblia e é obrigada a trabalhar 15 horas por dia em uma fábrica de produtos de exportação.

Li Yongshun (1974)
Sacerdote católico da diocese de Baoding, Província de Hebei, preso com mais outros nove sacerdotes em 6 de agosto de 2004.

Lin Daoming
Sacerdote católico preso em 3 de maio de 2003, na Província de Fujian.

Liu Bangcheng (1952)
Cristão preso em 28 de abril de 2001 e sentenciado a 15 anos de prisão por suposta fraude.

Liu Guolin (1932)
Cristão preso em setembro de 1998 e sentenciado a dez anos de prisão.

Liu Shunting (1974)
Cristão preso em outubro de 1998 e sentenciado a 18 anos de prisão por ser “crime político”.

Liu Wei (1961)
Cristão preso em junho de 1998 e sentenciado a 15 anos de prisão por “atividades anti-revolucionárias”.

Liu Xinjuang (1952)
Cristão preso em outubro de 1993 e sentenciado a 15 anos de prisão por “atividades anti-revolucionárias”.

Lou Yuangi
Líder de uma igreja doméstica na cidade de Quingshuihe, município de Huocheng, que fica na Região autônoma Uigur de Xinjiang, foi preso no dia 16 de maio de 2008.
Ele foi interrogado pela Agência de Segurança Estatal durante uma hora e no mesmo dia foi transferido para o Centro de Detenção de Huocheng, acusado de incitar o separatismo.

Luo Bingliang
Pastor condenado a um ano de prisão em dezembro de 2006, acusado de incitar resistência violenta à lei. Ele e outros sete cristãos foram presos depois que 3 mil cristãos de Xiaoshan, na província de Hangzhou, protestaram contra a demolição de uma igreja em julho de 2006.

Ma Wuyong (1974)
Sacerdote católico da diocese Boading, Província de Hebei, preso com outros 9 sacerdotes em 6 de agosto de 2004.

Mengyu Tang (1977)
Mulher líder na Igreja do Sul da China, presa em junho de 2004 e sentenciada a seis anos de prisão.

Minghua Sun
Líder no Igreja do Sul da China. De acordo com uma carta, de 28 de janeiro de 2002, enviada por parentes preocupados, ela recebeu sentença de prisão perpétua.

Osman Imin
As autoridades o colocaram numa prisão criminal em 19 de novembro de 2007 e o acusaram de ajudar estrangeiros em atividades religiosas ilegais e de revelar segredos de Estado. Inicialmente foi pedida uma sentença criminal de 10 a 15 anos, mas depois que o caso chegou à imprensa internacional a sentença foi reduzida para dois anos de “reeducação”.

Qiao Juwei (1974)
Sacerdote católico da diocese de Boading, Província de Hebei, preso com outros nove sacerdotes em 6 de agosto de 2004.

Qin Yingshan (1974)
Sacerdote católico da diocese de Boading, Província de Hebei, preso com outros nove sacerdotes em 6 de agosto de 2004.

Shao Shumin
Sacerdote católico e vigário geral da diocese de Wenzhou (na região leste da Província de Zhejiang) preso em 3 de setembro de 2006, apenas três horas após seu retorno da Europa. A polícia apreendeu grande número de livros e de fotos que o sacerdote trouxe da Europa.

Shen Zhuke (1955)
Pastora condenada a três anos e meio de prisão em dezembro de 2006, acusada de incitar resistência violenta à lei. Ela e outros sete cristãos foram presos depois que 3 mil cristãos de Xiaoshan, na província de Hangzhou, protestaram contra a demolição de uma igreja em julho de 2006. Sua sentença foi a maior do grupo, pois Zhuke foi considerada a mentora do crime. Ela deve ser libertada em 4 de fevereiro de 2010.

Shi Weihan
Proprietário de uma livraria em Beijing (Pequim) foi preso novamente por publicar Bíblias e literatura cristã após ter sido liberado em janeiro devido a “evidências insuficientes”.
Shi Weihan tem 37 anos, é pai de dois filhos e foi preso no dia 19 de março. Visitas familiares não têm sido permitidas, de acordo com sua esposa Zhang Jing. A primeira prisão dele ocorreu de 28 de novembro de 2007 a 4 de janeiro de 2008.
Zhang disse estar “muito preocupada” com a saúde de Shi Weihan, porque ele tem diabetes.

Shu Wenxiang
Líder de uma igreja não-registrada foi sentenciado, sob acusações de “evangelismo ilegal” e participação em “reunião ilegal”, a um ano de re-educação pelo trabalho. Essa é uma forma de punição por meio de trabalhos forçados em regime fechado. Sua prisão aconteceu em 3 de dezembro, quando mais de 50 cristãos de igrejas não-registradas estavam reunidos na casa de um cristão chamado Xie Ruming, na cidade de Zhoukou, província de Henan.

Shuang Shuying (1930)Libertado
Mãe do pastor Hua Huiqi, Shuying está presa desde fevereiro de 2007. Ela foi condenada a dois anos de prisão, por um tribunal de Pequim, acusada de danificar propriedade pública e privada. Seu estado de saúde é preocupante.

Sol Qingwen
Pastor preso em 15 de junho de 2007, acusado de realizar um “culto satânico”. Ele foi enviado à província de Shandong como missionário por uma de Henan. Foi sentenciado em junho de 2007 a um ano de detenção em um campo de reeducação e trabalho, em Shandong. Sua libertação se dará em 14 de julho de 2008.

Su Dean
Líder proeminente da igreja doméstica de Fangcheng, preso no dia 20 de dezembro de 2007 na cidade de Jiuquan. Estava no meio de um culto quando autoridades locais interromperam e o prenderam. Foi acusado de “reunirem-se em uma assembléia ilegal sob fachada religiosa”. Em 05 de Janeiro de 2008 sua pena foi elevada.

Su Zhemin (1932)
Bispo católico de Baoding, Província de Hebei, detido e hospitalizado desde outubro de 1997. No final de 2003, pode conversar brevemente com alguns parentes, mas seu paradeiro atual é desconhecido.

Sun Minghua (1965)
Cristã da Igreja do Sul da China, presa em outubro de 2002 e sentenciada a 13 anos de prisão.

Tang Houyong
Líder de uma igreja não-registrada foi sentenciado, sob acusações de “evangelismo ilegal” e participação em “reunião ilegal”, a um ano de re-educação pelo trabalho. Essa é uma forma de punição por meio de trabalhos forçados em regime fechado. Sua prisão aconteceu em 3 de dezembro, quando mais de 50 cristãos de igrejas não-registradas estavam reunidos na casa de um cristão chamado Xie Ruming, na cidade de Zhoukou, província de Henan.

Tian Ming-ge
Líder proeminente da igreja doméstica de Fangcheng, preso no dia 20 de dezembro de 2007 na cidade de Jiuquan. Estava no meio de um culto quando autoridades locais interromperam e o prenderam. Foi acusado de “reunirem-se em uma assembléia ilegal sob fachada religiosa”. Em 05 de Janeiro de 2008 sua pena foi elevada.

Wang Changmao (1947)
Cristão preso em setembro de 2000 e sentenciado a 10 anos de prisão.

Wang Junling
Sacerdote católico ilegal, da diocese de Zhangjiakou, preso em 1º de abril de 2005, provavelmente por recusar se juntar à Igreja oficial.

Wang Weiliang – Libertado
Pastor condenado a três anos de prisão em dezembro de 2006, acusado de incitar resistência violenta à lei. Ele e outros sete cristãos foram presos depois que 3 mil cristãos de Xiaoshan, na província de Hangzhou, protestaram contra a demolição de uma igreja em julho de 2006.

Wang Zaiqing
Líder de igreja não-registrada da província de Anhui, sentenciado a dois anos de prisão, sob acusação de “práticas comerciais ilegais” em outubro de 2006. Ele foi multado em 100 mil iuans (12.500 dólares), e todos os livros e recursos para impressão foram confiscados de sua casa. Zaiqing é deficiente físico desde os 5 anos de idade.

Xiao Gaowen
Cunhado do pastor Cai Zhuohua. Foi preso em setembro de 2004, poucos dias após seu cunhado, juntamente com sua irmã (esposa de Cai). Em 8 de novembro de 2005, os três foram considerados culpados de “operações comerciais ilegais” já que foram encontradas 237 mil Bíblias e outros livros cristãos em um depósito da igreja. Ele foi sentenciado a 18 meses de prisão.

Xiao Yangli (1972)
Ex-secretária da Igreja do Sul da China presa em maio de 2001 e, em dezembro do mesmo ano, foi sentenciada pelo tribunal de Jingmena a 10 anos de prisão. Ela está detida na prisão feminina em Wuhan, onde faz trabalho de alfaiataria por 16 horas diárias. Ela não pode ter uma Bíblia e, de acordo com a Associação de Ajuda à China, ela parece exaurida física e mentalmente.

Xie Zhenqi
Líder de uma igreja não-registrada foi sentenciado, sob acusações de “evangelismo ilegal” e participação em “reunião ilegal”, a um ano de re-educação pelo trabalho. Essa é uma forma de punição por meio de trabalhos forçados em regime fechado. Sua prisão aconteceu em 3 de dezembro, quando mais de 50 cristãos de igrejas não-registradas estavam reunidos na casa de um cristão chamado Xie Ruming, na cidade de Zhoukou, província de Henan.(leia mais)

Xin Yuping (1942)
Mulher cristã presa em 20 de novembro de 1998 e sentenciada a nove anos de prisão por “prática de culto”.

Xu Fuming (1976)
Líder na Igreja do Sul da China. Em 8 de agosto de 2001, foi preso e, em dezembro do mesmo ano, sentenciado à pena de morte. Após essa época, a sentença foi derrubada, e o caso está sendo revisto.

Xu Jinshui (1936)
Cristãos preso, em abril de 1999, e sentenciado a pena de prisão perpétua por participar de “organização anti-revolucionária”.

Xao Liang (1923)
Bispo da Igreja católica ilegal, diocese de Xiwanzi, Província de Hebei. Preso em março de 2005 e, de novo, em 30 de julho de 2006. Ele está detido em local desconhecido.

Yang Lingyu (1940)
Cristão preso em março de 1997 e sentenciado a dez anos de prisão.

Yi Chuanfu (1955)
Pastor preso em outubro de 2002 e sentenciado a dez anos de prisão. Ele foi violentamente agredido.

Ying Li
Líder na Igreja do Sul da China. Sentenciado à morte, mas, de acordo com uma carta de seus parentes, datada de 28 de janeiro de 2002, a execução da sentença não será levada a cabo por dois anos.

Zhang Geming
Pastor preso em 15 de junho, acusado de realizar um “culto satânico”. Ele foi enviado à província de Shandong como missionário por uma de Henan. Foi sentenciado em junho de 2007 a um ano de detenção em um campo de reeducação e trabalho, em Shandong. Sua libertação se dará em 14 de julho de 2008.

Zhang Rongliang
Zhang Rongliang, um dos mais conhecidos e respeitados líderes da Igreja não registrada da China, é líder da congregação Fengcheng, rede de igrejas não-registradas. Em 1º de dezembro de 2004, ele foi preso sem qualquer acusação em Zhenghou, Província de Henan. Em 29 de junho de 2006, foi sentenciado a sete anos e meio de prisão. O pastor Rongliang sofre de cinco doenças crônicas, todas reconhecidas pelo diagnóstico de hospital oficial de 2005. De acordo com a lei chinesa, ele está pode solicitar liberdade condicional por seu problema de saúde. Rongliang já passou um total de 12 anos na prisão por causa de suas atividades religiosas. Ele é casado com Chen Hongxian.

Zhang Ruipin
Sacerdote católico ilegal, de Fuzhou, Província de Fujian, preso em 12 de abril de 2003.

Zhang Zhenguan, Jean-Baptiste (1974)
Sacerdote católico ilegal, da diocese de Boading, Província de Hebei, preso, em agosto de 2004, e sentenciado a reeducação por meio de trabalho forçado.

Zhao Erhuai (1956)
Cristã presa em 29 de janeiro de 2001 e sentenciada a dez anos de prisão por “participar de culto”.

Zhao Faliang (1959)
Cristão preso em outubro de 1998 e sentenciado a 17 anos de prisão por “crime político”.

Zhao Qiqian
Membro da Igreja do Sul da China, que cumpre pena de sete anos em campo de trabalho forçado por ser cristão.

Zhao Xiqing
Membro da Igreja do Sul da China, preso em 2001 por fazer evangelismo. Agora, cumpre sua sentença de sete anos de serviço na cidade de Yunyang, Província de Sichuan.

Zhu Baoguo – Libertado
Pastor e líder de uma igreja não-registrada na província de Henan foi detido durante uma reunião com cerca de 20 pessoas na cidade de Nanyang.
Ele foi sentenciado a um ano de “reeducação por meio de trabalhos forçados”, e acusado de ser o líder de um movimento de seita.

Zhou Benyou (1951)
Cristão preso em outubro de 1993 e sentenciado a 15 anos de prisão por prática de “atividades anti-revolucionárias”.

Zhou Benyou (1967)
Cristão preso em outubro de 1994 e sentenciado à prisão perpétua.

Zhu Aiqing (1962)
Cristã presa em 9 de junho de 1998 e sentenciada a 20 anos de prisão por “atividade ilegal de evangelismo”.

Zhu Dehua (1954)
Cristão preso em 26 de maio de 1998 e sentenciado a 13 anos de prisão por “atividades anti-revolucionárias”.

Zhu Huaili (1951)
Cristão preso, em março de 1998 e sentenciado a dez anos de prisão por “atividades anti-revolucionárias”.

FONTE: http://www.portasabertas.org.br (lista de cristão disponiveis no site © Copyright Portas Abertas. Todos os direitos reservados)

Anúncios

Ações

Information

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: