Um pouco de maçonaria ! (parte 4)

3 03 2010

CONFISSÃO DO PRIMEIRO GRAU

No primeiro grau da maçonaria o candidato admite que é profano, que está nas trevas em busca de luz, pois a maçonaria afirma que todos os que não são maçons estão em trevas .

A Palavra “profano” aparece em Hebreus 12.16, com relação à pessoa de Esaú. “Profano” significa um homem secularizado. A Bíblia diz que estávamos em trevas, antes de conhecermos a Jesus (Ef 5.8-12). Jesus, a Luz do Mundo (Jo 8.12; 12.46) nos transportou do reino das trevas para o reino da luz (CI 1.12-14), por isso somos filhos da luz (I Ts 5.4,5). Como podem os cristãos aceitar essa condição de profanos e que estão em trevas, que vão buscar na maçonaria essa luz?

O JURAMENTO INICIÁTICO DA
MAÇONARIA


Em cada grau o maçom é submetido a um juramento. As paredes da câmara são completamente negras a têm como decoração alguns esqueletos, cabeças de mortos a lágrimas. A câmara é lugar de purificação, tomada dos antigos
mistérios, por meio do elemento terra: “Eu, (cita o seu nome), juro e prometo, de minha livre vontade a por minha honra a pela minha fé, em presença do Grande Arquiteto do Universo e perante esta assembléia de maçons solene a sinceramente,
nunca revelar qualquer dos mistérios da maçonaria que me vão ser confiados, senão a um legítimo irmão ou em loja regularmente constituída; nunca os escrever, gravar, imprimir ou empregar outros meios pelos quais possa
divulgá-los. Se violar este juramento, seja-me arrancada a língua, o pescoço cortado e meu corpo enterrado na areia do mar, onde o fluxo e o refluxo é das ondas me mergulhem em perpétuo esquecimento, sendo declarado sacrilégio para com
Deus e desonrado para os homens. Amém”.

Anúncios




Falar de Deus !!!

18 02 2010

[Deus]… é a mais carregada de todas as palavras humanas. Nenhuma tem sido tão aviltada, tão dilacerada. Precisamente por isso eu não posso renunciar a ela. Todas as gerações humanas fizeram passar sobre esta palavra o peso de suas angústias; esmagaram-na contra o solo; por isso ela jaz no pó, esmagada pelo peso de todas. As gerações dos homens, com suas divisões religiosas, dilaceraram a palavra: por ela mataram e por ela morreram; ela traz em si as marcas de todos eles, o sangue de todos eles. Onde poderia eu encontrar palavra igual a esta para designar o Altíssimo! Se usasse o mais puro e mais brilhante conceito do mais profundo tesouro dos filósofos, encontraria ali apenas uma imagem descompromissada, mas não a presença daquele a quem me refiro, daquele a quem as gerações dos homens honraram ou rebaixaram com todos os horrores da vida e da morte…

[Por isso] temos que respeitar aqueles que a rejeitam, por se rebelarem contra as injustiças e loucuras que tanto gostam de se apoiar na autorização de ‘Deus’; mas não podemos abandoná-la. É bem compreensível a proposta de muitos, de que durante algum tempo não se fale das ‘últimas coisas’, a fim de redimir as palavras maltratadas! Mas dessa forma elas não serão redimidas. Não podemos lavar a palavra ‘Deus’, nem podemos remendá-la; mas podemos levantá-la do chão, manchada e dilacerada como está, e erguê-la sobre um momento de grande preocupação.

– Martin Buber, citado por Hans Küng em O Princípio de Todas as Coisas, Editora Vozes, 2009.





36 dias de Pureza Sexual !!!!

14 11 2009

 

36SEXXX
O que é?

Esse projeto nasceu do desejo de fazer mais do que simplesmente desafiar. Nasceu do desejo de fazer algo palpável para aqueles que aceitarem a proposta de viver uma vida de pureza sexual, e de durante 36 dias refletir a respeito disso.

Nosso objetivo é viabilizar tudo que acreditamos e tudo que viemos aprendendo no ministério para a vida de cada um que se dispor a refletir e orar, e mais que isso… viver uma vida pura.

Durante 36 dias, vamos separar nossa atenção para tratar de assuntos relacionados a sexualidade, cremos que a pureza sexual é algo que é desenvolvido no dia a dia, assim como a nossa salvação, mas pra quem tem a vida toda pela frente 36 dias não são muita coisa.

Neste período vamos orar, ler, pensar, escrever, desenhar, cantar, pular, dançar, enfim! Fazer e acontecer de muitas formas para dar a oportunidade de realmente sermos transformados por Deus através da reflexão, oração e confissão sobre um assunto que é tão pouco falado hoje em dia dentro de nossas igrejas: séquisô, e todas as suas vertentes que de alguma forma foram deturpadas ao longo do tempo.

Pra quem é?

O objetivo é convidar adolescentes e jovens a participarem, mas se você não se encaixa nesse perfil, não se sinta tiozão! Deus pode mostrar muitas coisas de muitas maneiras, não tem como limitar.
Agora, se você já é casado talvez algumas partes disso tudo não façam muito sentido, pois você já tem carta branca de Deus pra brincar, mas ainda assim: mas isso não significa que você não corre o risco de estar vivendo o sexo fora daquilo que Deus planejou.

Como funciona?

“Ser salvo não custa nada, ser discípulo custa tudo”.

É simples. Considere a proposta como um jejum “sexual”. O que sugerimos não é nada além do que a Bíblia já não proponha. Mas pra tratar de forma prática, o que estamos falando é que durante esses 36 dias, você se abstenha de masturbação, pornografia, e qualquer tipo de comportamento que te leve a pecar na área sexual (a segunda ou a primeira olhada, aquela blusa decotada, o xaveco desnecessário, a saia curtíssima, o comentário sobre a menina, o programa de TV que só passa depois da meia noite), se você é solteiro não fique, se você namora não apalpe… gaste o tempo refletindo, conversando e crescendo em amor com aqueles que estão perto de você. Podemos sugerir, mas esses 36 dias vão acontecer da forma que você encará-los.

Propomos uma tentativa de viver a vida de forma pura, ou pelo menos da forma como Deus gostaria que vivêssemos a nossa sexualidade enquanto jovens, e enquanto cidadãos do mundo HOJE. E é claro… não só por 36 dias.

Você não é santo demais pra tentar…

 

SE VOCÊ QUISER PARTICIPAR TAMBÉM, ENTRA AQUI Ó : http://www.sexxxchurch.com





Alma

6 11 2009

 

Eu vejo em seus olhos
quem eu quero ser
eu tenho em um sorriso
o meu amanhecer
mas sei que é difícil crer

Eu ouço melodias
no fundo de um olhar
e oro noite e dia
pra Deus te observar
mas sei que é difícil crer

Mas não deixa a tempestade
cobrir sua vontade
de atravessar as nuvens e viver
olhando o horizonte
que não está tão longe
e esperar no Deus que vai além

Deus vê em suas lágrimas
a força pra vencer
e ouve seus pedidos
e quer te ver crescer
mas sei que é difícil crer

Mas não deixa a tempestade
cobrir sua vontade
de atravessar as nuvens e viver
olhando o horizonte
que não está tão longe
e esperar no Deus que vai além

Além das circunstâncias
palavras ou distâncias
transforma o erro em força pra vencer
e olhe o horizonte
que não está tão longe
e espere nesse Deus que vai além

André e Thiago Arrais